Fundamental 1

Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º Ano)

Título do trabalho: Exergames uma tecnologia aliada à saúde
Professor(a) orientador(a): Janice
Resumo: O presente trabalho aborda os Exergames e pretende explicar quais são seus benefícios. O tema desta pesquisa é de interesse pessoal do autor. A metodologia utilizada foi uma revisão de materiais em meio. O estudo foi desenvolvido no contexto do ensino híbrido. Os Exergames são jogos de movimento do corpo. Entre os benefícios dos Exergames está a prevenção e o combate à obesidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), antes mesmo da pandemia do Coronavírus, já ocorria a obesidade. Agora com os desafios da Covid19, os agravamentos de obesidade aumentaram, pois as pessoas estão em distanciamento social, o que significa para muitos parar de se movimentar ou diminuir sua carga de exercícios, uma dica para evitar isso é a prática dos Exergames.
Título do trabalho: Obesidade entre os adolescentes do Jardim Marilu
Professor(a) orientador(a): Lúcia
Resumo: A pandemia afastou nossos alunos dos hábitos saudáveis de alimentação e aproximou do sedentarismo.
Título do trabalho: Agravamento dos transtornos mentais na Pandemia
Professor(a) orientador(a): Lúcia
Resumo: Devido a atual situação de desmprego, isolamento social e o luto nas famílias dos adolescentes, resolvemos pesquisar sobre a saúde mental.
Fundamental 2

Anos Finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º Ano)

Título do trabalho: O ser humano e o surgimento das epidemias
Professor(a) orientador(a): Franciane
Resumo: A urbanização, a crescente transformação dos ambientes e a industrialização, trouxeram alguns desafios para a sociedade moderna, uma vez que, os seres humanos não se sentiam mais parte do meio ambiente e sim um agente transformador do mesmo. O meio ambiente e tudo o que há nele, passou a ser visto como uma ideia utilitarista, sendo empregado então de maneira desordenada e destrutiva. Porém a degradação ambiental ocasiona o surgimento de novas doenças, sejam elas pela péssima qualidade dos fatores ambientais como água, ar, solo, etc., seja pelo surgimento ou aparecimento (antes desconhecido) de agentes patológicos. É necessárioconhecimento sobre o surgimento das epidemias e o papel que o ser humano tem na preservação do meio ambiente. Para que ocorra a conscientização da população, faz necessária a divulgação científica, para informar e instruir a população de seu papel na sociedade, como cidadão crítico e assim atuante.
Título do trabalho: Pergunte ao meu amigo cientista
Professor(a) orientador(a): Sandro
Resumo: Levando em consideração que nesse período do ano letivo os alunos ainda estão assistindo as aulas de forma remota, o presente trabalho foi idealizado de forma que permitisse a participação e engajamento dos alunos e familiares, mesmo sem a presença na escola. Desta forma, os alunos decidiram desenvolver um canal no "YouTube" para a divulgação de informações científicas e esclarecimento de dúvidas dos familiares e outros. O trabalho está dividido em três etapas: 1. Pesquisa com a família: Num primeiro momento, os alunos são orientados na elaboração de uma breve entrevista com os familiares sobre dúvidas relacionadas com a vacinação contra a COVID-19 e, também, outras dúvidas sobre saúde e prevenção de doenças. Nessa etapa também dedicaremos um momento para explorar as "fake news" que eventualmente possam aparecer.; 2. Pesquisa: Os alunos deverão buscar respostas para as dúvidas identificadas na entrevista. Nesse momento, o professor orientador irá propor meios de entrar uma resposta cientificamente segura para as perguntas elencadas na etapa 1. Exemplos: pesquisa em jornais e/ou sites de instituições científicas, entrevistas com médicos ou pesquisadores etc.; 3. Uso da tecnologia: Desenvolver um canal no "YouTube" para que as respostas possam ser apresentadas de forma divertida e interessante. As competências de Ciências da Natureza que serão exploradas são: • Utilizar diferentes linguagense tecnologias digitais de informação e comunicação para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problemas das Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética; • Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis e negociar e defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental e o respeito a si próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza.
Título do trabalho: O mundo imunizado
Professor(a) orientador(a): Simone
Resumo: Variolação, a primeira vacina. A varíola foi a doença precursora das vacinas. Existem indícios de que o seu surgimento foi na África, mais ou menos em 10 mil anos a.C., de um vírus que provavelmente veio do camelo. Marcas na pele de múmias egípcias sugerem varíola. Por volta do ano 1000, na África e Ásia os contaminados, ficavam expostos ao sol, para secar as cascas das feridas, assim pulverizando o vírus no ar. Forma de matar o vírus com radiação ultravioleta de forma involuntária, eles não tinham conhecimento que tal ação possuía outra razão. Presente na Terra há tanto tempo, o vírus é capazde disseminaro descontrole da civilização e o fascínio dos especialistas. O que poderia levar meses a se disseminar a 300 anos atrás, hoje, com a globalização, segundos e tendo a interligação dos continentes como uma espécie de ponte para o favorecimento do contágio pelo novo Coronavírus ou Covid19. A tecnologia e os esforços de tantos especialistas nos proporcionaram enxergar um brilho na escuridão, uma vacina desenvolvida em tempo recorde, e com tantos indicadores que não será só uma questão de tempo, e sim fazer com que a informação possa chegar de forma correta.
Título do trabalho: A Gota Que Salva o Mundo
Professor(a) orientador(a): Juliana
Resumo: A ciência é baseada em procedimentos para o estudo de fenômenos e produção de produtos. A grande missão da ciência é, através da pesquisa, ampliar o conhecimento e contribuir para a melhoria das condições de vida do ser humano. A saúde pública é a área que fica responsável por aplicar e disponibilizar os conhecimentos, medicamentos e tratamentos desenvolvidos na área acadêmica à população. Para tal, a saúde pública organiza sistemas e serviços de saúde para atuar em fatores determinantes do processo saúde-doença. Um destes exemplos são as grandes campanhas de vacinação no Brasil. São campanhas que conseguem contemplar toda a população do país, em diferentes regiões e condições. A população brasileira recebe constantemente informações, por parte dos profissionais e instituições de saúde, sobre a importância da vacinação e como seguir o calendário vacinal traz benefícios à saúde de todos. Porém, nos últimos anos, há indícios de que a adesão da população ao calendário vacinal não está sendo eficaz como já foi ocasionando o aparecimento de surtos de doenças que já estavam sob certo controle como o sarampo. Poe esta razão, evidenciar toda a história que a s vacinas já proporcionaram à população brasileira tornou-se mais necessária. O Projeto Santos Jovem Doutor é destinado a alunos dos anos finais (7ºs, 8ºs e 9ºs anos) do ensino fundamental de escolas municipais de Santos (SP) e é resultado de uma parceria entre a secretaria de saúde de Santos, secretaria de educação de Santos e a disciplina de Telemedicina da FMUSP. O projeto tem como base a valorização da ciência para promover conhecimento em auto cuidados e prevenção de doenças entre os adolescentes. O presente trabalho resultou na elaboração de um e-book para alunos da turma piloto de 7ºs anos da UME Edméa Ladevig, localizada no bairro do Gonzaga no município de Santos - SP. Esta turma conta com 4 veteranos que são alunos que participaram do projeto nos 8º e 9º anos e agora estão no ensino médio e retornam ao projeto para auxiliar seu professor. O e-book foi construído com a participação dos alunos através do modelo remoto (vídeo conferências) entre os meses de março e maio de 2021 com o intuito de valorizar e mostrar a importância das vacinas na melhoria da qualidade de vida da população mundial e do Brasil.
Título do trabalho: A importância da telemedicina para a saúde pública no período pandêmico
Professor(a) orientador(a): Maria
Resumo: Com o avanço da tecnologia e o aparecimento do vírus da COVID-19, o sistema de saúde entrou em colapso em diversos momentos. Hospitais sem capacidade para atender a alta demanda de infectados, a escassez de profissionais qualificados para sustentar o número de pacientes, o desenvolvimento lento da vacina como meio de prevenção, tudo isso e mais alguns fatores auxiliaram para uma maior propagação do novo corona vírus e uma maior propensão do aparecimento de novas variáveis. Em meio a essas tantas dificuldades, é possível encontrar um forte aliado, a telemedicina. Ainda que até a dada circunstância não seja tão comum e usado, essa ferramenta de conexão é uma grande facilitadora quando o assunto é a interação entre médico e paciente num formato mais seguro e eficaz no atual contexto pandêmico. A partir desse momento pandêmico, a telemedicina despertou em muitos indivíduos uma procura maior pelo serviço. Como um meio de comunicação eletrônica e com a possibilidade de se trocar informações e dados médicos de longa distância, a telemedicina, foi criada com o objetivo de estender serviços de saúde de centros especializados para regiões que possuem uma assistência médica defasada, porém, em época de pandemia, esse sistema de atendimento médico, tornou-se imprescindível para pessoas que tem comorbidades, idosos ou aquele que tem receio em se locomover até o local de atendimento médico. Apresento neste trabalho, uma visão geral sobre telemedicina, enfatizando a sua eficácia quanto a um bom funcionamento da saúde pública, descrevendo suas diferentes aplicações, comparando-as com o nível de maturação e aplicabilidade. A telemedicina oferece um maior acesso à educação e à pesquisa médica. Tais serviços são providos por profissionais da área da saúde, usando tecnologias de informação e de comunicação para a prevenção e o tratamento de doenças e cuidados com a saúde, assim como para fins de pesquisa e avaliações. Tem como objetivo melhorar a saúde das pessoas e de suas comunidades, cooperando para um melhor resultado da saúde pública brasileira em época de pandemia. Uma das principais potencialidades da Telemedicina é sua capacidade de aumentar os relacionamentos de confiança entre profissionais de saúde, pacientes e seus familiares. Os sistemas públicos e privados podem oferecer, de forma universal, serviços de qualidade e que garantam a prevenção de doenças e a rápida recuperação de pacientes, com efetivo acompanhamento domiciliar. E aí está o papel da Telemedicina: possibilitar o aumento da eficiência, fortalecendo o lado humano.
Título do trabalho: Saúde mental na pandemia
Professor(a) orientador(a): Dúnia
Resumo: O presente trabalho foi realizado por um grupo de dez alunos do Programa Santos Jovem Doutor da UME Ayrton Senna da Silva, localizado na cidade de Santos. Esse programa tem como foco ações de promoção à saúde e prevenção de doenças. Em uma reunião com os alunos levantamos temas de interesse deles e, em seguida, fizemos uma votação para escolher um dentre todos. O tema selecionado foi, inicialmente, depressão. Ao iniciarem suas investigações, acabaram por abranger o tema depressão e ansiedade. Os alunos e alunas fizeram um levantamento de informações sobre o tema e, em aula, levantamos com a turma completa dúvidas e questionamentos. Primeiramente, haveria um psicólogo convidado para esclarecer dúvidas, no entanto, o psicólogo que faria participação não pode participar. Em outra reunião com os alunos se decidiu, então, criar um questionário na plataforma Google Formulários. Esse formulário teve por ojetivo entender como as pessoas estão se sentindo nesse momento de pandemia, saber se as pessoas fazem ou já fizeram algum acompanhamento psicológico ou psiquiátrico (independente da pandemia) e, caso a resposta fosse negativa, o motivo de nunca terem buscado ajuda profissional (para aqueles que sentiam necessidade). Também perguntava sobre a frequência que as pessoas sentiam sintomas ligados à depressão durante a pandemia. Após encerrar o recebimento do questionário, fez-se uma análise das respostas e, a partir das conclusões, os alunos fizeram um levantamento de lacunas nas informações que as pessoas parecem não ter (pelas respostas dadas) e prepararem um materiaç informativo com esses dados (conscientização de pais e responsáveis, possibilidade de buscar atendimento em locais que atendem a valores sociais, etc).
Título do trabalho: Da máscara ao lixo: os problemas dos descartes indevidos e agentes epidemiológicos
Professor(a) orientador(a): Valquiria
Resumo: A pandemia causada pelo SARS-CoV-2 (sigla em inglês para Servere Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2), agente eitológico da COVID-19, tem repercurtido um grande impacto em diversas vertentes da sociedade mundial, sendo elas econômicas, políticas e principalmente na área da saúde. Desde países com grande poder aquisitivo até os menos desenvolvidos. Além disso, existe uma realidade pararela contornando a realidade de todos os indivíduos, de forma direta ou indireta, que é o consumo, que a cada ano vem crescendo exponencialmente, e trazendo o acúmulo de lixos não recicláveis em aterros sanitários cada vez maior. Em via, a pandemia também contribuiu para o aumento desse lixo, principalmente as máscaras e luvas descartáveis. E com isso, trazemos em pauta o descarte incorreto delas, traz prejuízos ao meio ambiente e à população. Consequentemente, podemos notar o efeito colateral disso na natureza com a quantidade de máscars encontradas nos oceanos, afetando a vida marinha e alterando o nosso ecossistema, tornando-o instável e desequilibrado, causando extinção de animais, diminuição da biodiversidade e uma biosfera totalmente escassa. Além disso, o lixo que descartamos de forma incorreta pode servir de reforço para o surgimento de novas epidemias. O objetivo desse projeto é trazer a lucidez dos temas abordados de acordo com a real situação vivenciada pelo SARS-CoV-2, incluindo também o uso de EPI's na prevenção contra o novo Coronavirus e sua forma correta de descarte. Estimulando medidas sustentáveis e a enfatização do ciclo do lixo, como medida profilática de doenças epidêmicas. Outrossim, apresentar e conscientizar a importância da biossegurança além dos laboratórios e hospitais, que pode ser ampliada para proteção ambiemtal e de qualidade, na finalidade de reduzir e eliminar riscos inerentes às atividades que podem comprometer a saúde humana, animal e meio ambiente.
Título do trabalho: Óleo Saturado - Um em um milhão
Professor(a) orientador(a): Nair
Resumo: Há décadas a escola possui seu grupo ambiental. O GA "Natureza em Harmonia" possui em seus objetivos desenvolver ações ambientais e pesquisas científicas. Uma das ações que a escola realiza é a de Coleta de Óleo Saturado. O destino é a Afubra (Associação de Fumicultores do Brasil) que em sua sede em Rio PArdo, transforma óleo coletado em biodiesel para utilização em suas máquinas de uso próprio. Para uma década foi realizado o desafio de coletar um milhão de litros de óleo saturado. Numa palestra ouviu-se que um litro de óleo pode poluir um milhão de litros de água. Imediatamente veio à mente a falta de oxigênio para a sobrevivência dos peixes e demais animais aquáticos. Se o óleo polui água, possivelmente será poluidor da terra e ar. Realizada a comparação com a quantidade de água que uma pessoa consome em catorze anos. Como forma de informar melhor a comunidade dos malefícios causados pelo óleo na natureza, e possíveis soluções e expansão do projeto, surgiu esta pesquisa. A partir do estudo de caso que água e óleo são misturas heterogêneas, surgiram os termos: moléculas, polaridade, densidade, entre outros. O material pesquisado será organizado e apresentado para toda a comunidade escolar de forma virtual enquanto a pandemia não passar. Assim o projeto continua na ativa, o óleo saturado com seu descarte correto e todos mais cientes do papel social de cada cidadão. Quando uma pesquisa é divulgada, a ciência e sua ação social é consolidada. A escola está inserida num contexto rural abrangendo treze comunidades. A intenção do trabalho é transmitir informação, mostrando a importância da causa. Incentivar a ação trazendo à tona os benefícios do descarte correto. Melhorar a vida impactando positivamente o meio ambiente. Evoluir na comunidade, pois o futuro está presente na reutilização. Promover o mutualismo através de uma sociedade em sistema de colaboração. Aprender sempre pesquisando para si para o mundo. Considera-se um tema relevante.
Título do trabalho: Microverdes: Um olhar para esse superalimento como forma de promover a saúde humana
Professor(a) orientador(a): Viviane
Resumo: Os microverdes, também chamados de microgreens, são mini vegetais colhidos antes da sua maturidade, ou seja, colhidos prematuramente. Aproximadamente cerca de 5 a 7 centímetros em média, desde a folha até a raiz. Pesquisas mostram que esses pequenos vegetais são muito nutritivos, sendo considerados como superalimentos. São usados na alta gastronomia, têm aparência visual e sabores agradáveis. Por serem plantas jovens e pequenas, podem ser cultivadas em apartamentos ou casas, necessitando de pouco espaço e não precisam de tantos cuidados como os vegetais na fase adulta. São, portanto, versáteis e livres de agrotóxicos. Considerando essas características, o nosso objetivo é compreender e descrever os benefícios desse tipo de alimento para a promoção da saúde humana. Este trabalho caracteriza-se por um estudo descritivo com abordagem qualitativa por meio de observação do objeto de estudo. Os procedimentos técnicos basearam-se na busca de dados secundários por levantamento bibliográfico. Os resultados obtidos mostram a importância da divulgação desses pequenos vegetais para promoção da saúde e bem-estar, pois são destituídos de agrotóxicos e apresentam grande quantidade e variedade de nutrientes.
Título do trabalho: A importância do esclarecimento científico e da história na saúde brasileira
Professor(a) orientador(a): Nair
Resumo: O intuito do projeto é esclarecer dúvidas e relacioná-las com os conceitos históricos brasileiros. Algo que está dividindo opiniões nos dias de hoje é a vacinação, porém, o Brasil já viveu uma situação parecida, a qual podemos associar com o presente momento. De acordo com Fiocruz (2005), ao descobrirem uma vacina eficaz contra a varíola em 1904, a população rejeitou-se a tomar a mesma após saberem da maneira pela qual ela era obtida. Isso muito se reflete na atualidade tendo em vista que, certa fração populacional se recusa a vacinar-se contra a COVID-19, pela grande incidência de Fake News e falta de conhecimento acerca do âmbito científico. A Revolta da Vacina, movimento que ocorreu em 1904, mais de um século atrás ainda se faz presente na atualidade por conta da grande recusa e não aceitação da ciência em condições em que a mesma vem evoluindo cada dia mais, bem como a acessibilidade ao conhecimento. Os pormenores da intolerância a tal causa devem ser conhecidos e reestruturados para garantir a saúde pública. O conhecimento salva vidas.
Título do trabalho: Da pobreza à dignidade menstrual - Desmistificando a menstruação no ambiente escolar e a garantia dos direitos humanos
Professor(a) orientador(a): Valquiria
Resumo: Os direitos menstruais eles existem, e você provavelmente nunca tenha lido ou ouvido sobre, por ser um assunto com escassez de dados e muitas desinformações. E discutir esse assunto de forma clara e objetiva publicamente tem sido um desafio para a UNFPA e da UNICEF como resposta à pobreza menstrual que tem mostrado consequências negativas por partes das mulheres que menstruam no Brasil. O tema traz consigo a desmistificação histórica que perpetuou desde a Antiguidade até por volta do século XIX, onde a menstruação era vista como um excremento impuro e de origem demoníaca, já que o ciclo menstrual desencadeava nas mulheres um serie de transtornos mentais, o que lhes faziam acreditar que a mulher era uma espécie de bruxa, o que tornava a mulher uma ameaça para a sociedade e consequentemente poderia resultar num assassinato, já que a mulher não tinha domínio próprio durante o período menstrual. Os dados apresentados durante essa pesquisa, mostram a defasagem de informação nas escolas, que afetam crianças e adolescentes durante o seu período menstrual enquanto exercem a sua escolaridade. Assim também, dados de jovens e mulheres que terminaram o seu período escolar e não obtiveram informações que garantiam seus direitos menstruais durante a época de escolaridade. Em via, é explícito, os vínculos entre a dignidade menstrual e a prática de exercitar os direitos básicos, como o acesso à saúde pública, inclusão sexual, moradia digna e saneamento básico, sendo o acesso à água potável e higiene de qualidade em suas casas e nas escolas.
Título do trabalho: Contemporaniedade matemática na visão do estudante
Professor(a) orientador(a): Érica
Resumo: O mundo está se modificando rapidamente, e as tecnologias acompanham as transformações socioambientais. Porém, na história humana ocorrem eventos que prejudicam os seres vivos. São muitas informações que podem ser codificadas através de gráficos, planilhas e tabelas, as quais demonstram recursos matemáticos, dados que identificam brevemente, as informações necessárias para implementar programas. Os estudantes podem desenvolver a capacidade de reflexão e análise gráficas para utilizar futuramente, em seu cotidiano.
Título do trabalho: Tecnologia e vacina andam juntas
Professor(a) orientador(a): Lucimar
Resumo: O contexto vivenciado por alunos e alunas em suas comunidades podem identificar diferentes opiniões sobre a pandemia, a importância das vacinas e sobre a tecnologia utilizada para o desenvolvimento e produção da mesma. Por intermédio de participações em entrevistas, respostas de questionários eles relatam a sensação e o sentido que estão experimentando, suas descobertas e expectativas depositadas na ciência na prevenção e combate dessa terrível doença.
Título do trabalho: Ocorrência de microrganismos em alimentos armazenados inadequadamente com potencial de infecção alimentar
Professor(a) orientador(a): Felipe
Resumo: Os alimentos são parte essencial da vida de todos os organismos heterotróficos. Os seres humanos nas diversas culturas consomem alimentos de maneiras distintas, mas nas metrópoles é comum a necessidade de armazenamento dos alimentos adquiridos em supermercados de acordo com as instruções do fabricante. O armazenamento inadequado ou o consumo fora do prazo de validade pode levar a contaminação por microrganismos potencialmente patogênicos. Ao investigar o crescimento de microrganismos e divulgar sua ocorrência verifica-se a importância de conscientizar a população sobre o consumo adequado de alimentos para prevenir doenças.
Título do trabalho: Tratamento e remoção de contaminantes e poluentes de efluentes domésticos
Professor(a) orientador(a): Felipe
Resumo: A água é um bem indispensável à vida, mas o modo de vida atual tem degradado grandemente este recurso natural, o que causa grande preocupação em um mundo extremamente motivado pelo consumo. O descarte de resíduos e contaminantes nos efluentes necessita de abordagens simples que possam remover os poluentes e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Será investigado como materiais e reagentes simples presentes no cotidiano podem colaborar para o tratamento e remoção de sujidades e poluentes de efluentes domésticos e como o mau uso de recursos naturais pode prejudicar o meio ambiente..
Título do trabalho: Energia elétrica por fontes alternativas com materiais simples
Professor(a) orientador(a): Felipe
Resumo: A necessidade de energia na sociedade moderna é cada vez mais profunda e a escassez de recursos para geração de energia cada vez mais evidente. No Brasil a maior parte da geração de energia elétrica é por fonte hidrelétrica e a matriz energética brasileira ainda que diversificada e principalmente de fontes renováveis sofre os impactos da falta de água e do preço elevado na geração de outras fontes de energia. Assim, é interessante pesquisar se há meios de produção de outros tipos de energia, seja para a conscientização de um público que tem pouco acesso à informação ou para o desenvolvimento de alternativas à produção de energia. Serão investigadas possibilidades simples de geração de energia com materiais caseiros.
Título do trabalho: Degradação acelerada do lixo por bactérias e seu impacto na saúde e sociedade
Professor(a) orientador(a): Kaio
Resumo: A falta de espaço e descarte inadequado do lixo é um dos grandes problemas da sociedade de mercado e consumo que estamos inseridos. O crescimento desordenado das grandes cidades evidenciou a falta de local adequado e tratamento para nosso lixo diário. Desta forma, as grandes quantidades de lixo descartado inadequadamente ocasionaram o aumento de doenças (zoonoses) causadas por vetores que são atraídos pelo lixo. Este presente trabalho tem como objetivo principal propor novas estratégias de descarte e degradação biológica desse lixo, direcionando seus subprodutos para locais mais adequados e diminuir o seu impacto na saúde das populações afetadas por zoonoses. A revisão científica sobre esse tema propiciará embasamento científico para projetos socioambientalistas com objetivo principal na mudança no perfil epidemiológico dos grandes centros urbanos.
Título do trabalho: JDCast: Vacinas
Professor(a) orientador(a): Daniele
Resumo: Biotecnologia é uma ciência nova dentro da área da saúde, entretanto, trouxe grandes avanços para a saúde humana. O seu marco inicial da produção da insulina através do uso da estrutura bacteriana salva inúmeras vidas atualmente. Através de tecnologias que utilizam seres vivos e/ou seus derivados para a produção de diferentes produtos, a biotecnologia mudou a produção de novos medicamentos. As vacinas são um dos exemplos de uso de métodos de técnicas de engenharia genética para a melhoria da saúde humana. A técnica de vírus inativado ou atenuado trouxe um grande avanço no controle de casos de diferentes doenças e até a erradicação de algumas delas, como a varíola. Entretanto, a biotecnologia alavancou a melhoria na segurança e no custo-benefício das vacinas. A pandemia trouxe à tona na sociedade de forma geral, a discussão sobre as formas como as vacinas são fabricadas e sua segurança ignorando a existência de metodologia científica envolvida na produção destas. O Projeto Santos Jovem Doutor estimula entre alunos dos anos finais do ensino fundamental II (7ºs, 8ºs e 9ºs anos) a educação criativa, atitude cidadã, o autocuidado, prevenção de doenças, além da valorização da ciência. O projeto é resultado da parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação e a disciplina de telemedicina da FMUSP. Este trabalho foi elaborado por alunos de 8ºs e 9ºs anos da UME Lourdes Ortiz. Os alunos escolheram o tema, realizaram a pesquisa, construíram o roteiro e fizeram a edição do podcast que foi o método de comunicação que escolheram para divulgar a informação adquirida.
Ensino Médio

Ensino Médio

Título do trabalho: Coronavírus: depressão, irritabilidade e mudança de rotina em brasileiros durante o isolamento social
Professor(a) orientador(a): Aldo
Resumo: Esta pesquisa começou no início da pandemia (abril de 2020), momento este caracterizado pelo desconhecimento da população brasileira em relação ao desenvolvimento do Covid-19 em nosso país. O objetivo principal foi verificar como se apresentam os sintomas de depressão e humor (ex. irritabilidade, medo, estresse) e como as pessoas estão lidando com o isolamento social em função do Coronavírus. Também se avaliou características individuais associadas aos comportamentos. Participaram da pesquisa 589 pessoas, maioria brancos(as), solteiros(as), moradores do estado de São Paulo, cursando graduação ou pós-graduação. A maioria era assalariado, ganhando entre 1,5 e 4,5 salários mínimos. Os participantes responderam a um questionário de crenças e atitudes relacionadas ao COVID-19 (Covid opinião e Covid comportamento), além de uma escala de rastreamento de depressão (EBADEP-A) e sintomas de irritabilidade. A coleta de dados ocorreu somente online, via publicação no Facebook e What´s up, por meio do Google Formulários. Como principais resultados observou-se que, a maior parte dos participantes declarou estar fazendo o isolamento social e continuou com a sua rotina de estudo. Ainda referiram que os locais que mais frequentavam, quando necessário, foram supermercado, farmácia e padaria. Em relação às atividades de lazer, as mais citadas foram: assistir TV e o uso das redes sociais. Mencionaram que quase a metade da amostra vem comendo mais do que o de costume. As pessoas afirmaram estar mais irritadas, preocupadas, com mais medo, mais tristes, estressadas e ansiosas, além de estarem procrastinando. As mulheres apresentaram estatisticamente mais sintomas depressivos e maior pontuação a respeito do Índice de Humor (ex. irritabilidade, preocupação, medo, impaciência, procrastinação). As correlações foram positivas da idade com renda individual/mensal e COVID comportamento, significando que quanto maior a idade maior a renda individual e o comportamento relacionado à prevenção e permanência da rotina. Como conclusões, percebeu-se que houve modificação de rotinas durante o começo da pandemia, respeitando-se o isolamento social, no entanto alguns comportamentos aumentaram, tais como ingestão de alimentos. Como objetivo posterior, a pesquisa buscará elaborar publicações acadêmicas e de conscientização sobre maneiras mais eficientes de lidar com os sintomas do isolamento, em especial a depressão e a irritabilidade.
Título do trabalho: Biodigestor Caseiro para a Produção de Biogás
Professor(a) orientador(a): Barbara
Resumo: Nosso projeto, que é desenvolvido dentro de um clube de ciências, tem como objetivo diminuir os desperdícios de alimentos durante as refeições fornecidas na escola, bem como reaproveitar eventuais resíduos. As estratégias adotadas envolvem, além da sensibilização dos alunos, o desenvolvimento e a utilização de recursos digitais na forma de um aplicativo, e o reaproveitamento das sobras dos alimentos servidos na escola para a construção de um biodigestor, que poderá fornecer biogás para a cozinha da própria escola.
Título do trabalho: Saúde Pública: Tratamento de doenças durante a pandemia do COVID-19
Professor(a) orientador(a): Danieli
Resumo: O estudo visa analisar os impactos da pandemia do COVID-19 a qualidade dos serviços de saúde pública, para o tratamento de doenças e do cuidado à saúde mental. O COVID-19 trouxe ao século XXI uma série de mudanças, na forma como as pessoas vivem e como lidam com os tratamentos de outras doenças, como câncer e os distúrbios mentais, que atingem grande parte da população mundial. Sendo vista como uma das maiores tragédias que atingiu o mundo e a saúde, essa pandemia ficará marcada para sempre na história. Quando falamos em saúde pública, na mídia ou em conversas informais, é impossível não se pensar em quantas vítimas este vírus já fez e nos problemas ambientais e sociais que ele trouxe e agravou. Através de pesquisas, observou-se diversas mudanças na forma como os hospitais e a população lidam com o câncer nesse momento, alguns pacientes tiveram tratamentos interrompidos devido ao estado de calamidade em que os hospitais se encontram e até pelo fato de estarem sem condições de se locomoverem devido ao medo de um possível contágio por serem do grupo de risco, fator extremamente preocupante, pois por ser uma doença mortal, o tratamento oncológico quando interrompido piora o quadro clínico do paciente acometido. Pesquisas demonstram que boa parte da população já lida com problemas na saúde mental, como ansiedade e depressão, situações agravadas pela pandemia pioraram estes problemas, pois nem todas as pessoas possuem acesso a telemedicina, sendo assim, muitas tiveram que sofrer com os seus problemas mentais sem a devida ajuda, fator que auxiliou a piora da qualidade de vida de quem está sofrendo com estes distúrbios, pois, conforme o que incomoda não é resolvido, a integridade, saúde e qualidade psicológica de quem está com problemas se agrava cada vez mais. Portanto, levando em consideração tudo que foi devidamente pesquisado, é de suma importância nós tratarmos sobre como é importante não deixarmos de lado os tratamentos de doenças como câncer, mesmo estando diante de um vírus extremamente contagioso e cuidarmos também da qualidade de nossa saúde mental, para isso, a população deve ser devidamente orientada e os governantes deveriam criar mais programas que visem auxiliar a população, como psicólogos gratuitos e terapia em grupo, em relação ao câncer, os hospitais que cuidam das doenças oncológicas deveriam ser mais preparados para situações como a que estamos enfrentando e assim conseguirem continuar os tratamentos dos pacientes mesmo em situações extremas.
Título do trabalho: Enfrentamento das doenças emocionais em uma Sociedade com Diversidade
Professor(a) orientador(a): Danieli
Resumo: O desenvolvimento desse projeto, visa ampliar o espectro de conhecimento do aluno sobre as doenças emocionais, tanto para saberem lidar com elas, com para poderem pedirem ajudar e compreender o outro e auxiliá-lo. Tendo em vista a falta de empatia e compreensão entre os alunos durante as situações do cotidiano na escola, esse projeto foi elaborado buscando harmonizar as relações no período de aula, pregando o respeito acima de tudo e explorando e dando visibilidade a diversidade que sempre esteve presente e precisa ser enxergada. Desde muito cedo convivemos com pessoas diferentes já que cada ser é singular, mesmo assim, podemos ser inseridos em bolhas de padrões que a sociedade impõe, mas não podemos negar que em nossa sociedade há uma diversidade de culturas com diversas ideias e que todas precisam ser aceitas sem serem menosprezadas. A Sociedade com Diversidade, tem como objetivo melhorar a forma como as pessoas recebem as diferenças, começando pela escola. Local, onde a criança e o adolescente vivenciam situações com pessoas diferentes e com a troca de informações é possível expandir o conhecimento e entender a distinção entre cada pessoa, suas crenças e valores. Propondo assim conhecimento respeito, empatia, cuidado com as pessoas com doenças emocionais, dentro do ambiente diverso, que encontramos no ambiente escolar.
Título do trabalho: Problemas na saúde pública e a falta de saneamento básico
Professor(a) orientador(a): Danieli
Resumo: A preocupação com saneamento, ao longo da história, esteve quase sempre relacionada à transmissão de doenças. Entretanto, o crescimento acelerado da população mundial e do parque industrial, o consumo excessivo, o consequente aumento na produção de resíduos e o descarte irresponsável desses resíduos no meio ambiente têm levado a uma preocupação mais abrangente: a escassez dos recursos naturais. A maioria dos problemas sanitários que afetam a população mundial estão intrinsecamente relacionados com o meio ambiente. Um exemplo disso é a diarreia que, com mais de quatro bilhões de casos por ano, é uma das doenças que mais aflige a humanidade, já que causa 30% das mortes de crianças com menos de um ano de idade. Entre as causas dessa doença destacam-se as condições inadequadas de saneamento. Mais de um bilhão de habitantes na Terra não têm acesso à habitação segura e a serviços básicos, embora todo ser humano tenha direito a uma vida saudável e produtiva, em harmonia com a natureza. No Brasil, as doenças resultantes da falta ou de um inadequado sistema de saneamento, especialmente em áreas pobres, têm agravado o quadro epidemiológico. Antes da pandemia do Covid-19 se iniciar já tínhamos a superlotação dos hospitais, a falta de profissionais qualificados, o longo tempo de espera, a falta de leitos, a má distribuição financeira, o atendimento pouco humanizado, a escassez no atendimento de emergência e o alto número de mortes, e ainda podemos englobar o descarte incorreto do lixo hospitalar. E ainda tínhamos os problemas no descarte do lixo doméstico, que depois da pandemia só piorou, a presença das pessoas em suas residências representa uma maior produção de lixo e consumismo só aumentou, piorando o impacto ambiental, podemos presenciar isso, principalmente, nas comunidades periféricas, o que nos leva novamente a falta de saneamento básico. É um ciclo vicioso, não adianta melhorarmos os hospitais, acharmos a cura para as doenças, quando o problema de fato não é cortado pela raiz.
Título do trabalho: Tecnologia medicinal: O futuro da humanidade
Professor(a) orientador(a): Danieli
Resumo: É fato que atualmente necessitamos de forma essencial da medicina para continuarmos plenos e saudáveis. Diante de pesquisas percebemos que é inevitável que a medicina vá continuar avançando, e se compararmos a medicina atual com a antiga percebemos que estamos muito mais desenvolvidos ao considerarmos que antigamente uma das tecnologias mais importantes para a medicina era o rádio, onde médicos de campo se comunicavam com quartéis onde estavam soldados que necessitavam de ajuda médica. Mostrando assim a necessidade dos avanços tecnológicos na medicina. Se formos analisar os avanços na tecnologia geral, não é surpreendente se daqui alguns anos, o principal método de tratamento de doenças fosse com utilizando nanotecnologias, por exemplo, onde nanopartículas seriam injetadas no corpo do indivíduo, e então o tratamento iniciaria. Usaremos o exemplo do câncer neste contexto, utilizando um paciente cancerígeno, o tratamento se iniciaria com a aplicação das nanopartículas no corpo do paciente, em apenas uma sessão, a partir daí, as nanopartículas já estariam atuando no corpo do indivíduo, localizando e destruindo apenas as células cancerígenas, excluindo a possibilidade de atingir células saudáveis, além disso, iria combater e prevenir a metástase, fazendo com que o tratamento seja menos invasivo, menos agressivo e também mais prático, pois seria apenas uma aplicação para tratamento, e visitas momentâneas ao hospital para visualização do progresso do tratamento Como a nanotecnologia é capaz de trabalhar em nível atômico, uma outra forma de prevenção a doenças seria modificar o DNA humano, como o trabalho feito pelo Instituto Tecnológico de Massachusetts, onde conseguiram, pela primeira vez na história, modificar um embrião humano, corrigindo erros nos genes que foram passados de forma hereditária, sendo assim, unindo a tecnologia CRISPR, que tem em sua base fazer edições no DNA humano para correções gênicas no quesito doença, que é o controle da matéria em nanoescala, tendo assim uma forma de analisar o DNA da célula cancerígena, e dessa forma talvez teríamos uma nova forma de combate ao câncer. Tendo em base a importância do combate ao câncer em nossa sociedade, visto que o câncer está no ranking de doenças que mais matam no mundo, temos que a importância desse tema é trazer conhecimentos e alternativas mais tecnológicas e avançadas para o público geral, pois se disseminado o assunto, mais e mais pessoas irão se conscientizar sobre o assunto em questão, ao passo que mais pessoas irão se interessar e também estudar sobre o assunto.
Título do trabalho: A importância das vacinas na sociedade e nas pandemias enfrentadas pelo mundo
Professor(a) orientador(a): Danieli
Resumo: A importância da vacinação vai muito além da prevenção individual. Ao se vacinar, você está ajudando toda a comunidade a diminuir os casos de determinada doença. Vacinas são substâncias que possuem como função estimular nosso corpo a produzir respostas imunológicas a fim de nos proteger contra determinada doença. A forma que interfere os leitores e de forma positiva pois vai conscientizar aqueles que tem medo em se vacinar, a forma mais eficaz de prevenção de doenças é a vacinação de toda a sociedade. A pandemia do novo coronavírus causou medo em todo o mundo e não é para menos. O cenário é semelhante ao que já aconteceu em outros momentos da história da humanidade, em que doenças se espalharam pelo mundo e causaram estragos imensos, para a economia, meio ambiente e principalmente para a vida humana. Visa demonstrar aos alunos a importância e a eficácia da vacinação, retirando tabus, ideias contraditórias e falsas notícias sobre o tema abordado.
Título do trabalho: Saúde e Atividade Física: Aliados Contra a Pandemia
Professor(a) orientador(a): Marcelo
Resumo: O presente trabalho procura realizar uma reflexão sobre a relação entre atividade física, saúde e pandemia, com enfoque na prática de atividade física em casa e no hormônio da irisina. Como será apresentado a seguir, a atividade física é de extrema importância para mantermos uma saúde adequada. O hormônio da irisina é ativado durante a prática de atividade física. Esse hormônio, a partir do momento em que é ativado, aumenta a imunidade, tendo isso relação com a diminuição de risco de casos graves da COVID-19.
Título do trabalho: Projeto Hidropônia vertical na escola rural: uma proposta visando a importância da agricultura familiar ações de educação ambiental, alimentação saudável e saberes do campo na escola estadual Ana maria Tissiani de oliveira da comunidade Bojuí, Diamantino-MT
Professor(a) orientador(a): Isabella
Resumo: Infelizmente, os últimos tempos não tem sido nem um pouco fáceis, a pandemia da Covid-19 à mais de um ano no Brasil tem ceifado vidas, distanciando pessoas e nos obrigando a aprender a viver um "novo normal", muitas vezes pelos meios mais difíceis. Por outro lado, tem evidenciado a característica humana especialmente brasileira de dar a volta por cima, de ser lapidado de alguma forma e se apropriar de importantes lições em meio a adversidades. Por exemplo, trazendo à tona cuidados essenciais, porém muitas vezes negligenciados, como a relevância de uma alimentação saudável e segura. Nesse âmbito a valorização do pequeno produtor rural e a agricultura familiar de forma sustentável fez-se fundamental. Tão fundamental quanto, é o ensino de práticas sustentáveis e ecologicamente corretas para estudantes, em especial alunos de escolas do campo que futuramente irão representar os meios de produção alimentícia cada vez mais segura. Esse projeto interdisciplinar em uma escola do campo de uma comunidade tradicional, representa, sem dúvidas, uma revolução, levando os membros da comunidade à um novo olhar sobre sua própria importância social. O ensino da agroecologia, a educação ambiental, o despertar para a sustentabilidade, são as contribuições desse projeto para toda a comunidade escolar e com certeza aprendizado que os alunos levarão para a vida.
Título do trabalho: Ana, Gabriela, Tainá e muitas elas: Assistentes Virtuais no contexto da pandemia do COVID19
Professor(a) orientador(a): Zuleika
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar como as assistentes virtuais estão presentes em nosso cotidiano e como elas têm sido utilizadas no contexto da pandemia do Coronavírus. Em especial as assistentes Ana e Gabriela cujo enfoque tem sido na saúde. Outras assistentes surgiram evidenciando o quão a tecnologia de assistência virtual tem sido aplicada em diversos contextos. A metodologia utilizada foi a de levantamento de notícias sobre um assunto específico na internet: assistentes virtuais e, em uma época específica que é a da pandemia. Como resultados houve o desenvolvimento da cultura digital, que envolve a compreensão e utilização da tecnologia de forma crítica, significativa e ética, evidenciando o quão a tecnologia pode ser uma aliada na área da saúde e também auxiliar na questão da desconstrução de estereótipos sexistas.
Título do trabalho: Tec Solution: ler o mundo de todas as formas
Professor(a) orientador(a): Zuleika
Resumo: A proposta da nossa equipe, que está neste momento com uma professora em teletrabalho, uma em ensino híbrido e nós em revezamento em observância aos protocolos sanitários por conta da pandemia, é a de apoiar o ensino. O problema que identificamos é que ao longo de um ano de ensino remoto e híbrido, muitas ferramentas foram utilizadas e todas elas possuem pontos positivos e negativos. Não tem sido fácil para ninguém e resolvemos fazer um exercício, se colocando no lugar de estudantes que possuem deficiência visual, pois para eles, a situação ficou mais complexa com a pandemia, pois o toque é uma forma de “olhar”. Nosso objetivo é o de otimizar ferramentas /tecnologias que auxiliem na inclusão desse público (estudantes com deficiência visual). A proposta se apoia no Direito Constitucional, art. 206, inciso I sobre condições de igualdade na educação, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, no Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos, no Plano de Desenvolvimento da Educação na Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, no Estatuto da Criança e do Adolescente.
Título do trabalho: Utilização do jogo digital como ferramenta pedagógica para enfrentamento de Fake News na Ciência
Professor(a) orientador(a): Brunna
Resumo: O nosso trabalho tem como objetivo utilizar a tecnologia na elaboração de um jogo digital com o título Lívia x Fake News, o intuito é utilizar o jogo para aplicação na sala de aula como método de enfrentamento dos Fake News e mostrar para os alunos a importância da Ciência.
Título do trabalho: TDAH Combat
Professor(a) orientador(a): Clayton
Resumo: O projeto TDAH Combat trata-se da criação de um aplicativo que visa ajudar, auxiliar, informar e servir de grande ferramenta de suporte para pessoas que sofrem com falta de atenção, foco e são possíveis portadores do Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Oferecendo informações relevantes sobre a doença e disponibilizando um teste não-clínico de domínio público que indicará a probabilidade do usuário portar o transtorno. Ao realizar o teste se o resultado for positivo ao transtorno será feito um encaminhamento para clínicas, ONGs, e centros de ajuda através do sistema de mapeamento. Por fim, com o intuito de exercitar a concentração e o foco, será disponibilizado uma série de jogos e atividades selecionados que darão prospecção de melhoria neste quesito.
Título do trabalho: Saúde mental e Meio Ambiente: o cultivo de plantas como ação benéfica para o psicológico humano
Professor(a) orientador(a): Reginaldo
Resumo: Se valendo de estudos que comprovam que o contato com a natureza contribui para o aumento da saúde e da qualidade de vida humana, e levando em consideração o contexto histórico em que o mundo se encontra, este trabalho tem como foco informar ao público sobre o cultivo de plantas como um fator contribuinte para a diminuição dos problemas e transtornos da mente.
Título do trabalho: As complicações do diabetes mellitus tipo 2 e a importância do controle da ingestão de glicose na adolescência
Professor(a) orientador(a): Marina
Resumo: O Diabetes Mellitus tipo 2 é o mais numeroso diagnóstico de todas as síndromes metabólicas que compartilham a mesma nomenclatura. No Brasil, cerca de 7,6% da população possui a síndrome. Proporcionalmente aos diagnósticos da doença, os índices de complicações ocasionadas por ela aumentam de forma desenfreada, causando fortes preocupações em profissionais da área. Nesse cenário, a prevenção na adolescência se torna essencial para a queda dos índices de complicações apresentados, posteriormente, na vida adulta. A pesquisa será de caráter qualitativo, visando compreender o comportamento e a convivência dos respondentes com o Diabetes Mellitus tipo 2. O objetivo é observar os hábitos alimentares e a convivência cotidiana dos jovens, público-alvo das entrevistas em relação à patologia pesquisada. Ao final da pesquisa, espera-se uma conscientização, através do compartilhamento de informações baseadas na literatura científica existente acerca das complicações e riscos que poderão ocorrer na vida adulta caso não haja cuidados decorrentes da ingestão inconsciente da glicose.
Título do trabalho: Luvas descartáveis de biopolímero PRT
Professor(a) orientador(a): José
Resumo: A pandemia de Sars-Cov-2 iniciada em 2020 causou alterações em todas as cadeias produtivas, culminando em consequente aumento nas faixas de preço de diversos produtos. Inseridos nesse contexto, os artigos hospitalares e de procedimentos representam expressivamente esse cenário, e um desses equipamentos, as luvas descartáveis, sofreram aumentos dos preços que chegam a 600%. Além de que essa oferta acaba sendo única, já que as disponíveis no mercado para uso hospitalar são majoritariamente feitas a base do composto petroquímico PVC, no qual por se tratar de um derivado de petróleo, acaba sendo insustentável, além de que quando descartado no meio ambiente, possui uma degradação muito prolongada, tornando-o muito poluente. Este trabalho visa trazer uma solução para esse problema, através da produção viável, sustentável e eficiente de luvas descartáveis com foco hospitalar confeccionadas com biopolímeros biodegradáveis denominados PRT, nos quais têm como matéria prima o aproveitamento de resíduos provenientes de tubérculos como a Solanum tuberosum e a Manihot esculenta, popularmente conhecidos como batata e mandioca.
Título do trabalho: Saúde Mental: um exercício diário e possível, através da arte
Professor(a) orientador(a): Zuleika
Resumo: A pandemia de COVID-19 evidentemente afetou a saúde mental. As crianças e os adolescentes são especialmente mais vulneráveis aos impactos dos eventos estressores e com isso estão mais susceptíveis ao desenvolvimento de problemas psicológicos e psiquiátricos por conta disso o número de crianças e adolescentes com depressão e ansiedade vem aumentando gradativamente, o intuito deste trabalho é a criação de um clube literário na escola, como uma estratégia de mobilizar e desenvolver competências socioemocionais, que nos tem sido tão necessárias no atual momento, para os alunos a se sentirem acolhidos, abraçados e motivados.
Título do trabalho: CEPSP (Comunicação entre profissionais da saúde com pacientes)
Professor(a) orientador(a): Maria
Resumo: O nosso trabalho traz uma abordagem voltada para as dificuldades enfrentadas pelos profissionais da saúde em manter uma relação saudável com os pacientes. Podemos observar que muitas vezes não temos profissionais socialmente qualificados para uma boa relação com os pacientes, grande parte desses profissionais sofrem um stress contínuo pela falta de distribuição correta de médicos por pacientes. Nosso principal objetivo é dar ênfase a esse tema de extrema importância que está muito presente em nosso cotidiano por conta da pandemia que estamos enfrentando, a criação desse projeto vai trazer possíveis soluções para esse problema levando em consideração o baixo orçamento hospitalar. Notamos também que por conta da grande quantidade de pessoas que foram impactadas pela pandemia, os hospitais acabam sofrendo de superlotação, e se levarmos em consideração o problema citado anteriormente “falta de distribuição correta de médicos por pacientes” podemos dizer que irá trazer diversas complicações para os profissionais de saúde em realizarem corretamente seu trabalho, ou até mesmo trazer consequências na comunicação, afinal a efetividade na comunicação entre médico e paciente é fundamental, pois o diagnóstico é baseado no que é conversado durante a consulta, e se o profissional não tiver uma sociabilidade ao dialogar com um paciente poderá causar incerteza onde os pacientes tem dúvida em relação aos resultados do tratamento, causando a falta de informação que muitas vezes acaba ocasionando na apelação dos pacientes em buscar informações online para suprimir sua dúvida, e na maioria da vezes estes diagnósticos apresentado de forma online não estão corretos. Após um amplo processo de pesquisa encontramos dados fornecidos pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) que apontam cerca de 96% dos profissionais da saúde serem impactados na vida pessoal ou profissional. As repercussões vão desde o comprometimento de horas que seriam dedicadas à família e ao lazer. Porém, além de transformar os fluxos nos locais de atuação, a pandemia alcançou os lares e a saúde mental dos especialistas, assim acaba ocasionando o aumento do nível de estresse caracterizado por ser um dos principais impactos da pandemia por 22,9% dos médicos que responderam ao inquérito conduzido pelo CFM. Finalizando, o principal estorvo que procuramos solucionar é a distribuição correta de médicos por pacientes, trazendo como vantagem o desenvolvimento de uma comunição melhor entre profissionais e os enfermos.
Título do trabalho: A utilização de microalgas para a captação de gás carbônico e purificação do ar em ambientes fechados
Professor(a) orientador(a): Simone
Resumo: Com o alarme da COVID-19, muitas pessoas estão confinadas em suas residências, muitas sem aparelhos purificadores de ar, o que é extremamente necessário para combater doenças respiratórias. Segundo estudos, a taxa de CO2 pode ultrapassar mais de mil partes por milhão em ambientes com pouca ventilação, afetando diretamente a saúde das pessoas. O projeto pretende agregar e democratizar o cultivo de microalgas em baixa escala a fim de agirem como um mecanismo de purificação do ar, prevenindo o desenvolvimento de complicações na saúde que podem ser promovidas devido à exposição prolongada em ambientes fechados sem ou com pouca ventilação.
Título do trabalho: VacinaIcon em defesa da saúde
Professor(a) orientador(a): Celimara
Resumo: O termo Fake News ficou conhecido mundialmente em 2016, quando eleitores do Donald Trump começaram a compartilhar conteúdos falsos, sobre a adversária Hillary Clinton, o termo usado pelos ingleses para denominar boatos de grande circulação, a única coisa que mudou durante os séculos foi seu meio de divulgação das notícias falsas. A divulgação da Fake News ocasiona muitos problemas no mundo gerando impactos na saúde, podemos citar a baixa procura pelas vacinas durante as campanhas de vacinação fazendo o índice de infectados aumentar de uma forma muito rápida e com isso doenças infectocontagiosas ressurgem na população. Por isso é necessário pesquisar fontes seguras e veracidade das informações divulgadas em sites ou blogs. Nesses meios de transmissão é necessário um ícone que certifica a autenticidade das informações e garantir aos leitores notícias reais.
Título do trabalho: Pesquisa acerca do conhecimento dos jovens, nas redes sociais de internet sobre segurança nas relações sexuais e propagação das IST's
Professor(a) orientador(a): Fernanda
Resumo: Essa pesquisa foi realizada nas redes sociais de internet, em grupos de educação em saúde, conduzidos por discentes e docentes do curso técnico de enfermagem de uma escola pública federal. Essa escola situa-se na baixada fluminense no município de Nova Iguaçu. A partir da inquietação dos jovens estudantes decidimos perguntar aos seguidores de nossos projetos de extensão sobre questões referentes as infecções sexualmente transmissíveis. Entendemos como profissionais de saúde e alunos em formação na área de saúde, que a população bem-informada e, principalmente os jovens, podem se tornar transmissores de informações aos seus pares, evitando a propagação das IST’s. Considerando tal fato, os docentes e discentes do projeto de extensão “Práticas educativas em saúde para gestantes, nas redes sociais de Internet e na Estratégia de Saúde da Família de Corumbá-NI’’, vinculados ao ensino técnico de enfermagem realizaram essa pesquisa para mapear o conhecimento dos jovens acerca dessa temática. Utilizamos um formulário construído no google forms. Este instrumento de pesquisa ficou disponível nas redes sociais de internet e foi respondido em livre demanda. Na análise dos dados foi perceptível que os resultados foram expressivos e afirmaram o desconhecimento por parte da população consultada em relação às doenças sexualmente transmissíveis demonstrando algumas questões cruciais, quanto ao uso de preservativos de barreira. Desta forma um alerta foi criado para os projetos de educação em saúde, e a partir desses resultados nos empenhamos em gerar publicações com temas referentes às dúvidas do público que nos segue. Percebemos como é crucial informações verdadeiras e com respaldo científico nas redes sociais, a fim de combater as temidas fake News e promover o autocuidado da população. Com base nisso, a equipe promoveu práticas de educação em saúde no meio virtual, objetivando o fornecimento de informações com embasamento científico e abordagem simplificada.
Título do trabalho: Interligação entre poluentes do ar e a esquizofrenia
Professor(a) orientador(a): Roseli
Resumo: Esta pesquisa tem por objetivo relacionar a neurotoxicidade, resultante da ação de poluentes no ar que contaminam o organismo humano, com o desenvolvimento de esquizofrenia. Na Dinamarca foi feito o estudo base a respeito dessa relação, que obteve resultados que indicam associação entre as duas referências. Os poluentes em questão são principalmente os óxidos de nitrogênio (NOX), em geral, e o dióxido de nitrogênio (NO2), em específico, provenientes de escapamentos de automóveis motorizados. Com o tempo, a exposição a esses fatores pode propiciar vulnerabilidade em indivíduos, afetando fisicamente o cérebro e consequentemente o sistema nervoso. Alterações cerebrais no lobo frontal e lobo temporal límbico, como: perda de volume no hipocampo, aumento no ventrículo esquerdo, perda de volume e perda neural na formação do hipocampo, entre outros, são características da esquizofrenia, como também do contato com a poluição. Além disso, enquanto cérebros saudáveis sofrem com perda normal de massa cinzenta - que abriga neurônios e suas curtas ramificações - durante a adolescência, há indicações de que esse processo talvez se torne mais rápido ou agressivo em algumas pessoas com tendência para a esquizofrenia, desencadeando a psicose. Para diagnosticar o transtorno, normalmente são considerados principalmente histórico clínico, sintomas e fatores sociais, contando com relatos de quem convive com o paciente. Porém, a partir da evolução em relação às imagens cerebrais, exames como: a ressonância magnética longitudinal e a tomografia permitem que as alterações cerebrais sejam observadas, aprimorando o diagnóstico. Deste modo, faz-se um alerta para a comunidade científica buscar meios de identificar as particularidades de cada caso e correlacionar a incidência de desenvolvimento do transtorno com a exposição aos poluentes citados anteriormente.
Título do trabalho: Disseram que tudo estaria melhor sem esse tal de lockdown
Professor(a) orientador(a): Marcelino
Resumo: O que as notícias falsas ou erradas podem modificar a percepção e o comportamento das pessoas. Para evitar disseminar notícias falsas, os jovens podem pesquisar e buscar a informação mais correta possível e ajudar a disseminá-la.
Título do trabalho: O médico me disse "se eu tiver febre muito alta, isso mata o covid"
Professor(a) orientador(a): Marcelino
Resumo: O que as notícias falsas ou erradas podem modificar a percepção e o comportamento das pessoas. Para evitar disseminar notícias falsas, os jovens podem pesquisar e buscar a informação mais correta possível e ajudar a disseminá-la.
Título do trabalho: "Eu acho que as vacinas contra a Covid, deixaram o covid mais forte..."
Professor(a) orientador(a): Marcelino
Resumo: O que as notícias falsas ou erradas podem modificar a percepção e o comportamento das pessoas. Para evitar disseminar notícias falsas, os jovens podem pesquisar e buscar a informação mais correta possível e ajudar a disseminá-la.
Título do trabalho: O óleo de cozinha e seu papel no meio ambiente: uma questão pública
Professor(a) orientador(a): Celimara
Resumo: O consumo aumenta e as reservas diminuem; este é um dos problemas que levantam incógnitas sobre o destino do planeta Terra. Constata-se que o petróleo demora em torno de 10 a 500 milhões de anos para se formar. Dessa maneira, é correto afirmar-se que se trata de um recurso não renovável. Os combustíveis provenientes do petróleo não realizam combustão completa, ou seja, ao realizarse a combustão, há a emissão de grandes quantidades de monóxido e dióxido de carbono na atmosfera. Estes combustíveis, principalmente, a gasolina e o diesel, são os potenciais contribuintes para com a poluição atmosférica e, consequentemente, a intensificação do efeito estufa, que por sua vez, é responsável pelo gradativo crescimento da temperatura climática do planeta. Todavia, as alternativas com grande potencial de substituição surgem a cada momento, entre elas, o biodiesel. Cada vez mais promissor, o biodiesel começa a fazer parte do mercado mundial, pois trata-se de um recurso renovável e, ainda, com emissão praticamente nula de gases tóxicos. O biodiesel, por sua vez, pode ser obtido através da reciclagem do óleo de cozinha, porém, no Brasil, há a prevalência do descarte inadequado desta substância, causando novamente, a poluição atmosférica e aquática. Os itens elencados a seguir mostram a relação direta do ser humano com o meio ambiente e o quanto essa relação tóxica é altamente prejudicial para a saúde pública. Todavia, essas ações negativas podem ser revertidas através de uma cadeia reversa atrelada à sustentabilidade.
Título do trabalho: Saneamento básico: uma análise das condições sanitárias pela comunidade escolar do CEM Professora Margarida Pires Leal, São Luís, Maranhão.
Professor(a) orientador(a): Erika
Resumo: O saneamento básico é um conjunto de procedimentos que visa a prevenção de doenças e promover a saúde das comunidades. A falta de acesso a esses procedimentos contribui para proliferação de doenças relacionadas a esse fator. O presente trabalho tem como objetivo analisar as condições sanitárias das áreas próximas à escola e dos bairros onde a comunidade escolar reside. Para análise foi realizada pesquisa utilizando questionário e caracterização por meio da observação in locu dos pontos mais críticos relacionados a falta do saneamento básico.
Título do trabalho: A superlotação nos hospitais no Brasil: uma questão de saúde pública
Professor(a) orientador(a): Roberto
Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo discutir a superlotação nos hospitais públicos relacionados a questões de políticas públicas administrativas, gerando problemas que impactam diretamente na população. A superlotação caracteriza-se por apresentar uma alta dificuldade de resolução, pois depende de vários fatores. O número de óbitos relacionados à superlotação nos hospitais vem crescendo, principalmente no atual momento, onde o país vive uma pandemia. Além disso, a pesquisa visa fornecer possíveis soluções para o problema, a partir de revisão bibliográfica.
Título do trabalho: Interface online acerca de pandemias e métodos de precaução
Professor(a) orientador(a): Marta
Resumo: Em 2021, as Pandemias são assuntos recorrentes, já que a população global vive a Pandemia de Covid-19. Pensando nisso, este estudo questiona o que ocorreria caso a população estivesse mais informada sobre assuntos e questões sanitárias, visto que estariam cientes de todos os riscos e possibilidades, assim, aplicando métodos de cuidados sanitários no cotidiano. Logo, surgiu a ideia de criar um site que informe as pessoas sobre pandemias e como acautelar-se delas. Com isso, procura-se viabilizar este tipo de prática e consciência entre a população, para que assim as chances de novas pandemias e epidemias reduzam. Isso se dará em uma interface intuitiva, na qual os usuários terão acesso a linhas do tempo de pandemias passadas e informações que podem ser adquiridas com apenas um clique na época desejada, folders digitais dinâmicos, artigos fundamentados com dados sólidos e verificados, além de notícias e gráficos sobre o assunto que o usuário busca. Este trabalho pode ser classificado como informativo, no qual descrevemos e relatamos sobre pandemias e cuidados sanitários através de um site. Durante a execução do projeto, as metodologias utilizadas foram a pesquisa Histórica, informativa, pesquisa bibliográfica e aplicando a observação direta aos fatos, assim facilitando o entendimento de qualquer um, e aumentando o alcance do site. Portanto, entende-se que é necessária uma intervenção nesta cultura de desinformação, informando a população e fazendo com que a Humanidade prospere com menos ameaças à integridade individual e coletiva.
Título do trabalho: Desequilíbrio ambiental: os efeitos do desmatamento na incidência de patologias no Brasil
Professor(a) orientador(a): Davi
Resumo: O conhecimento acerca dos efeitos do desmatamento em relação à saúde humana, é essencial para o monitoramento do meio ambiente e do bem-estar coletivo; principalmente no Brasil. Com o objetivo de analisar os impactos do desmatamento em função da incidência de novas patologias, serão realizados estudos a fim de entender os efeitos de ações antrópicas no surgimento de novas enfermidades, incluindo o novo COVID-19. Espera-se como resultado a confirmação de que determinadas doenças possuem e possuirão gênese decorrente do desmatamento. Nesse contexto, analisaremos dados como os da ONU, visto que a mesma indica: o desmatamento é a causa do surgimento de 33% de novas doenças, isto é, de cada 10 novas doenças que surgem em humanos, 7 provêm de animais.
Título do trabalho: Remoção de íons de NI²+ de efluentes a partir de biossurfactantes extraído do creme de levedura da indústria cervejeira
Professor(a) orientador(a): Klauss
Resumo: A contaminação de efluentes por metais pesados apresenta um crescente problema ambiental na contemporaneidade, tendo em vista a demanda cada vez maior desses metais na indústria. Com isso, há um aumento dos seus descartes inapropriados em recursos hídricos e os impactos nos organismos ali presentes, além de toda a sua cadeia alimentar. Entre esses compostos, o níquel se caracteriza como um dos principais metais pesados, apresentando características tóxicas e carcinogênicas. O seu descarte ainda apresenta pouca eficácia e alto risco ambiental. Uma das soluções para este problema é a remediação por microrganismos, como pelos biossurfactantes, que podem realizar a biossorção de metais pesados com uma baixa toxicidade e grande eficácia. Uma das suas possíveis obtenções é através do resíduo produzido pela indústria cervejeira após o processo de fermentação. Portanto, tendo em vista os impactos ambientais negativos gerados pelo níquel em efluentes, além do resíduo gerado pela indústria cervejeira que pode ser obtido o biossurfactante,o qual realiza a retirada do níquel de forma mais sustentável e eficaz, o trabalho apresenta a sua utilização para retirada de Ni2+ por meio do biossurfactante extraído da superfície da Saccharomyces cerevisiae, que é a sua manoproteína, pelo resíduo da indústria cervejeira. Para isso será induzida a autólise no creme de levedura para a obtenção da manoproteína, posteriormente usada para observar sua eficácia na retirada de Ni2+ por espectrofotometria de absorção molecular.
Título do trabalho: Purificador de ar sustentável
Professor(a) orientador(a): Priscilla
Resumo: O projeto consiste na construção de um purificador de ar utilizando placas de fibras de coco, carvão ativado e biomassa da casca do amendoim destinado principalmente a pessoas de baixa renda, que sofrem com doenças respiratórias e também no intuito de reduzir o impacto ambiental desses aparelhos. O aumento da emissão de gases poluentes, principalmente, resultou num maior número de casos de doenças ligadas ao sistema respiratório, o que levou a uma maior procura por purificadores de ar, que contêm polietileno e vidro em seus filtros. Usando dados da literatura obtidos principalmente através de microscopia eletrônica por varredura (MEV) foi considerada a possibilidade de uso desses materiais para construir o purificador de ar visando a sustentabilidade e o reaproveitamento visto que as fibras da casca do coco e a casca do amendoim são tratadas como rejeito pela população e a indústria.
Título do trabalho: Uma mão lava a outra
Professor(a) orientador(a): Suzana
Resumo: Eletiva sobre a área da saúde, a área de microbiologia, a eletiva consiste na coleta, cultivo e identificação de bactérias.
Título do trabalho: Experiências de crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus durante seus horários escolares
Professor(a) orientador(a): Marcela
Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo discutir a superlotação nos hospitais públicos relacionados a questões de políticas públicas administrativas, gerando problemas que impactam diretamente na população. A superlotação caracteriza-se por apresentar uma alta dificuldade de resolução, pois depende de vários fatores. O número de óbitos relacionados à superlotação nos hospitais vem crescendo, principalmente no atual momento, onde o país vive uma pandemia. Além disso, a pesquisa visa fornecer possíveis soluções para o problema, a partir de revisão bibliográfica.
Título do trabalho: IFRS Campus Restinga, juntos na educação popular do uso da fitoterapia nos cuidados primários em saúde
Professor(a) orientador(a): Raquel
Resumo: A Organização Mundial da Saúde, reconhece que 65% da população mundial faz uso de plantas medicinais e com o caráter de primeiro recurso de tratamento em saúde. Os projetos Farmácia Verde: cuidado natural baseado na fitoterapia, do IFRS Campus Bento Gonçalves, atua em parceria com o IFRS Campus Restinga, por meio do projeto de ensino Produção e Uso de Plantas Medicinais no Campus Restinga: Construção de um Espaço Pedagógico e Sustentável”, tem como proposta neste escrito apresentar os trabalhos realizados nos modelos de distanciamento social. No ano de 2020 ambos projetos planejaram realizar cursos sobre fitoterapia e a construção de um horto pedagógico baseado na Medicina Tradicional Chinesa, um método de aplicação das plantas medicinais que possibilita o uso da fitoterapia nos cuidados primários em saúde. Não deixando de realizar uma das propostas dos projetos, que trata da construção do horto pedagógico no Campus Restinga, foi realizado um levantamento inicial sobre as ervas medicinais que a comunidade do bairro Restinga e entorno conhece e faz uso, para que estas espécies, futuramente, componham o espaço pedagógico planejado. Diante das restrições impostas pela pandemia, buscou-se readaptar as metodologias de ação usufruindo-se do meio eletrônico, no qual foi aplicado o levantamento de tais dados de maneira segura e não expositiva das bolsistas. Os questionários eletrônicos semi diretivos, continham questões sobre o conhecimento prévio da fitoterapia, com intento saber quais espécies medicinais que os entrevistados conhecem e fazem uso, onde busca as informações e de que maneira estas pessoas visualizam-se capaz de atuar em estratégias de hortas pedagógicas e comunitárias. Dentro da nova metodologia foram entregues 20 questionários de maneira aleatória para pessoas de 5 bairros de Porto Alegre. Após 30 dias os dados foram lançados em planilhas e interpretados pelos integrantes dos projetos. Os vinte questionários foram respondidos e como resultados pode-se observar que as pessoas entrevistadas conhecem um total de 36 plantas e destas foram elencadas as 10 plantas medicinais mais populares. Na sequência, ocorreu o questionamento sobre a busca por informação de tais plantas e como resultado a maioria das pessoas responderam que buscam informações no Google, com vendedores e (37,5 %), e com pessoas mais velhas e familiares (62,5%). Ainda sobre a mesma enquete, os participantes visualizaram-se com possibilidades de atuar com informação para a educação popular e no apoio da construção do horto pedagógico com práticas de jardinagem e hortícolas e trocas de espécimes medicinais.
Título do trabalho: Os benefícios dos Microgreens: a caminho da segurança alimentar
Professor(a) orientador(a): Raquel
Resumo: A má alimentação é cada vez mais debatida em contexto mundial, desde a subnutrição até o consumo exacerbado de produtos industrializados, e está relacionada a diversas patologias. A Organização Mundial da Saúde associa produtos processados como um dos principais fatores causadores de doenças como diabetes, obesidade, hipertensão e outros distúrbios cardiovasculares. O consumo de alimentos ultraprocessados cresceu quase 10% entre 2019 e 2020 para a faixa etária de 45 a 55 anos, segundo estudo do Datafolha. Esse aumento está relacionado ao cenário da pandemia da Covid-19 em diversos aspectos, tanto econômicos quanto sociais. Tendo isso em vista, o projeto de extensão Farmácias Verdes do Instituto Federal do Rio Grande do Sul destina uma de suas linhas de extensão virtual ao combate da má nutrição e produção orgânica de alimentos. Uma das temáticas trabalhadas é a produção de Microgreens e seu potencial nutricional e trofoterápico. Tratam-se de vegetais consumidos em sua forma imatura, cuja popularidade vem crescendo devido a suas características sensoriais nutritivas. Este tema foi escolhido como linha de estudo e orientação popular por sua versatilidade nas dietoterapias e na gastronomia, além da facilidade de produção, que pode ser realizada dentro de casa em um curto período de tempo e espaço. Diante das restrições provocadas pela crise sanitária causada pela Pandemia COVID-19, a extensão online se destacou como uma forma de atuação adaptada, com o intuito de possibilitar a continuidade das atividades do projeto e exercício do estágio obrigatório, usando as redes sociais com finalidade educativa popular. Foi adotado um modelo de atuação virtual através de revisão bibliográfica e postagens diárias na página do Instagram @_farmácia_Verde_. Estas têm o objetivo de informar os usuários acerca de segurança alimentar, bem como oportunizar formas de renda alternativa e complementar para quem deseja produzi-los em casa. Conjuntamente ocorrem capacitações semipresenciais no modelo cursos de curta duração e em horários alternativos, possibilitando o respeito ao distanciamento social. A partir das atividades realizadas até então, observa-se satisfatória aceitação por parte da comunidade quanto ao conteúdo. O projeto apresenta caráter contínuo e pretende dar seguimento às práticas quando for possível atividades presenciais e na medida que surgem as demandas da comunidade.
Título do trabalho: Etnoveterinária: as plantas no tratamento de enfermidades animais
Professor(a) orientador(a): Raquel
Resumo: A utilização de medicamentos sintéticos vem crescendo desde a descoberta da antibióticoterapia e imunoterpia, em 1919. Apesar da grande aceitação na utilização destes fármacos em seus animais por grande parte da população, fatores como o alto custo e os diversos efeitos colaterais estão levando as pessoas a conhecerem métodos naturais de tratamento. A etnoveterinária é praticada há milhares de anos em função das crenças, mitos e lendas passadas pelas gerações, sempre demonstrou ser uma forma acessível de obter tratamentos eficazes para enfermidades animais, descentralizando o uso exclusivo de medicamentos sintéticos ou industrializados. Durante a pandemia da Covid-19 o Projeto de Extensão Farmácia Verde necessitou seus modelos de trabalho junto a comunidades e adaptar, assim como o restante do mundo para o modelo virtual. Por isso, utilizou como metodologia de trabalho as pesquisas documentais e publicações na plataforma do Instagram buscando orientar a comunidade sobre as plantas que possuem comprovação científica de suas eficácias, bem como suas formas de tratamento no trato e cuidado animal. Diariamente são postadas informações que abrangem todo o tipo de cuidado por meio da fitoterapia e uma vez por semana é publicada uma planta medicinal de uso nas práticas da etnoveterinária. O Feedbeck que corresponde ao alcance chega a 30 visualizações e um comentário na média. Esperamos atingir cada vez um número maior de pessoas, interagindo e auxiliando com qualquer dúvida, pois tais usos são antigos para comunidades tradicionais, mas para as mídias sociais são recentes e se faz necessário a boa orientação.
Título do trabalho: TROFOTERAPIA: a busca por uma vida plena através dos alimentos
Professor(a) orientador(a): Raquel
Resumo: O hábito alimentar da população brasileira e mundial vem gerando diversos debates em todos os seus aspectos. A ingestão demasiada de produtos ultraprocessados e com pouco valor nutricional, por ser de fácil acesso e possuir uma palatabilidade muito chamativa, vem crescendo desenfreadamente. As consequências desse hábito já são bem evidentes, diversas pessoas já sofrem de problemas como diabetes, obesidade, hipertensão e diversas formas de câncer. Mesmo os problemas já apresentando dados alarmantes, a tendência é a de que os mesmos sejam cada vez mais incidentes na população. Isso se deve pois, segundo o IBGE, a cada 10 alimentos processados, cerca de 7 são consumidos por adolescentes, o que nos traz uma perspectiva muito negativa. Dentro desse contexto, surge a trofoterapia, uma técnica que busca, através dos alimentos, tratar e evitar futuras doenças. Com o seu surgimento datado por volta de 4 séculos antes de Cristo, nunca teve seus efeitos difundidos para a população em geral. Dessa forma, o projeto de extensão Farmácias Verdes do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, tem neste ano, uma linha de estudo voltada a esta área. Devido ao isolamento sanitário causado pela pandemia do vírus Covid-19, o desenvolvimento de todo o trabalho foi adaptado para a realização de forma remota, sendo divulgado através de post na plataforma digital Instagram, na própria página do projeto, tendo como objetivo principal, a conscientização social da importância de uma alimentação saudável. A técnica já utilizada em lugares menos convencionais, como spas e clínicas de estética tem um grande poder revolucionário no segmento da saúde alimentar e tratamento de doenças. O melhor aproveitamento do poder nutricional dos alimentos, principalmente daqueles que possuem componentes que conseguem evitar distúrbios é fundamental para que se possa ter um corpo mais saudável. A utilização de alimentos como o tomate, que pela presença de licopeno na composição, reduz drasticamente o risco do câncer de próstata ou do cogumelo, que possui poder antioxidante a ponto de diminuir em 45% as chances de qualquer desenvolvimento cancerígeno, faz parte da trofoterapia. Obviamente é muito complexo a reeducação alimentar em massa, mas o conhecimento dos valores dessas plantas é muito importante. Dessarte, o estudo desenvolvido pelo projeto tem uma função didática para a população, visando a valorização do alimento natural e com capacidade de combater e evitar doenças.
Título do trabalho: SARS-CoV-2: ações governamentais mais eficientes no combate à pandemia a partir de análise comparativa entre Brasil e Austrália
Professor(a) orientador(a): Rodrigo
Resumo: O objetivo deste projeto de pesquisa consistiu em comparar a atuação dos governos centrais do Brasil e da Austrália no combate à pandemia de coronavírus. Após cerca de 17 meses do decreto de início desta pandemia, os números de mortes por milhão variaram enormemente entre esses dois países. No Brasil, em 25/08/2021, a taxa se encontrava em 2708 mortes por milhão de habitantes, enquanto na Austrália a taxa era de 38 mortes por milhão, diferença superior a 7000% (ourworldindata). Anteriormente à escolha da Austrália, foi criado um índice de similaridade entre países que obtiveram um bom desempenho no enfrentamento da pandemia (média de mortes menor que a média global). Neste índice foram pesados o tamanho populacional, idade média, Índice de Desenvolvimento Humano, zona térmica, área e transparência governamental. Nesse índice, a Austrália ficou em terceiro lugar, atrás da China e da Indonésia. Por questões de acesso às informações e aos dados, o país escolhido para a comparação com o Brasil foi a Austrália. Em seguida foram coletadas informações através de portais governamentais ou jornais de ambos os países a respeito das principais medidas anunciadas pelos governos centrais, conforme possibilidade de acesso. Essas informações foram coletadas, preferencialmente, através de notícias publicadas no próprio período analisado. As medidas anunciadas foram organizadas em uma tabela, em quatro categorias (isolamento, outras NPIs, testagem e outros), divididas em tempos equivalentes a partir do primeiro caso em cada país. Com o objetivo de encontrar justificativas sobre a disparidade no número de mortos, analisamos as medidas tomadas nos respectivos períodos, respeitando a data após o primeiro caso confirmado de cada país. Por fim, elaboramos um relatório enfatizando as formas de prevenção que poderiam mais ter impactado positivamente no número de mortes.
Título do trabalho: Ação do álcool em gel frente ao novo coronavírus
Professor(a) orientador(a): Patrícia
Resumo: Desde 2020, o mundo enfrenta uma emergência sanitária provocada pela disseminação do novo coronavírus. Desde o seu surgimento, o vírus sofreu mutações e assim, emergindo variações e causando preocupações para a população mundial. Uma das formas de combater a proliferação do vírus é utilizando o álcool em gel 70%, como um importante agente antisséptico, no cotidiano. Por isso, a presente pesquisa tem por objetivo analisar a eficiência do álcool em gel, quando comparado com o álcool líquido, na desnaturação da proteína e das estruturas lipídicas do SARS-Cov-19. Frente a isso, a hipótese que se levanta é que o álcool na forma de gel, por prolongar um tempo maior de contato com vírus, propicia a destruição, diferente do álcool líquido que, por evaporar com maior facilidade, apenas desidrata.
Título do trabalho: Eco Maker escola recicla
Professor(a) orientador(a): Elaine
Resumo: Construir uma concepção de cultura maker com uso da tecnologia para promover impacto sócio ambiental através da sustentabilidade nas ações que contribui para coleta seletiva e reciclagem de maneira a contemplar educação destinada ao meio ambiente, alinhada com a educação 4.0 do século XXI, em síntese, uma aprendizagem significativa da união da tecnologia com a biodiversidade. Considera-se para esse objetivo e essa visão, Base Nacional Comum Curricular – BNCC, em especial as competências gerais, 5 — Cultura Digital (Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação, comunicação interna desenvolvimento de reutilização material reciclável para desenvolvimento de práticas em robótica de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as boas práticas escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo cidadão autonomia na vida pessoal e coletiva. Desta maneira, o desenvolvimento do aplicativo Escola Recicla, valoriza cultura maker, construção de brinquedos com noções de robótica. Ampliar os conhecimentos científicos dos jovens por meio de pesquisa e busca de soluções. Empreendedorismo, sempre pautadas na Ciência e em princípios Éticos, Direitos Humanos, Sustentabilidade, Saúde, divulgar e ensina desenvolver projetos de robótica multidisciplinar a favor da disseminação da educação ambiental, sustentabilidade e o socio ambiental.
Título do trabalho: Mudança dos hábitos higiênicos da sociedade no século XXI e seus impactos na saúde pública
Professor(a) orientador(a): Letícia
Resumo: O vírus Sars-Cov-2 alcançou níveis alarmantes de propagação e gravidade, levando a Organização Mundial da Saúde - OMS a avaliar a situação como uma pandemia em março de 2020. Desde então, o mundo sofreu os efeitos da doença, sobretudo na área da saúde, com a superlotação hospitalar, escassez de insumos e de profissionais de saúde para atender o elevado número de enfermos. A transmissão deste vírus se dá através da boca ou nariz de alguém infectado, a partir de pequenas partículas líquidas, sendo gotículas respiratórias ou aerossóis. Para controlar a situação, a OMS emitiu orientações como o uso de máscara, álcool em gel e o distanciamento social, o que gerou a necessidade de mudanças de hábitos higiênicos da população para prevenir a doença COVID-19. Sendo assim, a presente pesquisa busca entender se as pessoas adotaram as orientações da OMS e mudaram os seus hábitos higiênicos durante a pandemia, e se elas os preservarão, visto que as medidas preventivas diminuem a circulação do vírus Sars-Cov-2, e também transcendem esta pandemia, uma vez que previnem outras doenças respiratórias e vão de encontro com princípios da saúde coletiva. Para compreender essas questões, foi aplicado um questionário para 112 pessoas da Região Metropolitana de São José do Rio Preto - São Paulo, no período de duas semanas, de 17 a 31 de julho de 2021, com questões relativas à mudança de hábitos de higiene durante a pandemia. A pesquisa considera como hábitos de higiene a utilização de máscara, álcool em gel, higienização das compras e a não utilização de sapatos em espaços internos de casa. A análise dos dados revelou que a maioria da população entrevistada passou a adotar novos hábitos de higiene considerados na pesquisa durante a pandemia, um dado muito positivo para diminuir a circulação do vírus e prevenir o COVID-19. Além disso, uma parcela considerável das pessoas pretende mantê-los, o que favorece a prevenção de doenças, favorece a gestão de epidemias e pandemias futuras e vai de encontro com os princípios da saúde coletiva.
Título do trabalho: Redução de tensoativos no shampoo e o uso da capacidade bioadsortiva da casca da banana (Musa sp) para tratamento de efluentes
Professor(a) orientador(a): Márcia
Resumo: A contaminação dos recursos hídricos contém diversos poluentes químicos que constituem consideráveis riscos para o meio ambiente. Entre esses contaminantes, destacam-se os tensoativos, provenientes tanto de uso industrial quanto doméstico, provocando a formação de espuma nos rios, modificando o ecossistema, com alterações das propriedades físico-químicas e biológicas, que podem persistir por longos períodos. O Rio Tietê, localizado no estado de São Paulo, é extremamente atingido pelas espumas, caracterizadas por mau cheiro e que causam irritações na pele para os seres humanos, além da diminuição da oxigenação da água, provocando a mortalidade da vida aquática. Atendendo a agenda 2030, mais específico a ODS 6, 9, 12 e 14, nesse trabalho buscou desenvolver um shampoo, visando a diminuição dos efeitos nocivos ao meio ambiente, desses produtos, com uma redução significativa de surfactantes, contendo 50% e 75% da formulação original, além de promover um barateamento dessa solução; e, nessa pesquisa, a realização de uma comparação com um shampoo comum, de maneira a avaliar a real redução de tensoativos. Após o uso do produto, mesmo que reduzido, a formação de espuma é inevitável, por essa razão, esse trabalho também é complementado com o tratamento através da capacidade bioadsorvente da casca da banana, como alternativa no tratamento da água. Dessa forma, evita-se o descarte dos resíduos da casca de banana, que são reaproveitados, além de ser uma alternativa barata nesse processo despoluidor. No método desse trabalho, primeiramente produziu-se o shampoo e foram realizadas as comparações com um produto industrial e com um desengordurante, através de escalas colorimétrica com o kit card detergente/las. Por fim, foi testada a eficácia da casca da banana como produto adsorvente. A análise dos resultados buscou comprovar a eficiência, visto que o efluente contaminado com surfactantes são prejudiciais à natureza; e verificou-se bons resultados com o uso da casca de banana, para a redução de danos gerados aos efluentes.
Título do trabalho: Aplicação de plantas medicinais em produtos cosmecêuticos
Professor(a) orientador(a): Martha
Resumo: Diante o cenário pandêmico atual causado pelo vírus da COVID-19 (Sars-Cov-2), observa-se um aumento na incidência dos quadros de transtornos mentais ou agravamento de casos já existentes, em grande parte pela sensação de impotência evocada pela situação nunca vivida antes. De acordo com estudos realizados durante este período, indivíduos socialmente isolados reportaram respostas negativas à situação, tais como medo, tristeza, angústia, ansiedade, insônia, luto, confusão, raiva etc. — poucos reportaram sentimentos positivos como alívio e felicidade. Muitas dessas respostas podem levar ao desenvolvimento de crise do pânico, depressão, transtorno de ansiedade e outras condições que, se não tratadas corretamente, podem prejudicar significativamente a qualidade de vida de seus portadores. Dado este dilema vigente, este projeto tem como objetivo o desenvolvimento de produtos com o propósito de apaziguar os possíveis sintomas causados pelos transtornos mentais, estes que podem ser consequências diretas do isolamento social. Desenvolvendo velas aromáticas e cremes a partir de matérias primas vegetais, o grupo composto por Juliana Higashie, Maria Luiza, Paula Mesquita e Yasmin de Lira pretende explorar o campo fitoterápico que plantas como Humulus lupulus (lúpulo), Melissa officinalis (erva cidreira), Hypericum perforatum (erva-de-são-joão), Panax ginseng (ginseng), Malva sylvestris (malva) e Valeriana officinalis (valeriana) podem propiciar. Através de pesquisas na literatura, foram recolhidas informações quanto às propriedades das plantas, direcionadas a resposta desejada na formulação do produto. Também se pensou no melhor tipo de embalagem para estes, com o fim de que se reduza o uso de materiais plásticos, que é de difícil decomposição e parte de recursos finitos. Portanto, acredita-se que nosso projeto pode melhorar consideravelmente o bem-estar e a saúde das pessoas afetadas pelo isolamento social que enfrentamos, além de englobar o processo de produção responsável, tal qual seu consumo.
Título do trabalho: Utilização de gel com óleo essencial de Melaleuca alternifolia na antissepsia de mãos e superfícies.
Professor(a) orientador(a): Midian
Resumo: A importância do uso de antissépticos vem sendo cada vez mais evidenciada nos últimos tempos, com a pandemia da Covid19 por exemplo, demonstrando a forma como o uso de produtos de higiene pessoal podem retardar a propagação de doenças que se apresentam como ameaça a saúde da população. Com isto em mente, o grupo desenvolveu um antisséptico em laboratório feito com óleo essencial de Melaleuca alternifolia como alternativa ao uso do álcool para pessoas que possuem alergia ou ressecamento nas mãos. Este teve sua eficácia testada e comparada com o álcool 70 e apresentou resultados positivos na eliminação de microrganismos.
Título do trabalho: Vacinação do Covid-19
Professor(a) orientador(a): Midian
Resumo: A vacinação do Covid-19 é uma ação de saúde de maior eficiência, tendo grande impacto na redução do índice de mortalidade e prevenção da doença. No município de Fernandópolis – SP, assim como em diversos lugares, tem algumas pessoas que estão com muito medo de tomar a vacina contra o Covid-19, devido a familiares e amigos terem contraído o vírus após a aplicação da vacina e pelo motivo de várias vacinas aplicadas serem de uso emergencial, o que gera insegurança. Por esse motivo, algumas pessoas estão em busca de mais informações sobre as vacinas, como ela funciona no organismo, efeitos colaterais etc. As vacinas oferecidas no município em questão são: Pfizer, Coronavac, Astrazeneca e Jansen. De acordo com o calendário estadual de vacinação: ● De 5 a 9 de agosto – Pessoas de 25 a 29 anos ● De 10 a 16 de agosto – Pessoas de 24 a 18 anos ● De 18 a 29 de agosto – Pessoas de 12 a 17 anos (devem possuir comorbidade) ● De 3 a 5 de setembro – Pessoas de 15 a 17 anos ● De 6 a 12 de setembro – Pessoas de 12 a 14 anos A vacinação em si está funcionando, o problema em questão seria que, as pessoas que tomam a primeira dose não retornam para tomar a segunda dose, o que se enquadra como uma ação preocupante. Devemos conscientizar as pessoas de que apenas 1 dose não é o suficiente para te manter seguro em relação ao vírus, deve-se utilizar os cronogramas e datas estipulados pelo Ministério da Saúde corretamente para a utilização da 2 dose. Em Fernandópolis também é liberado um boletim diário que consta as pessoas que testaram positivo e negativo para o vírus, as suspeitas de casos, os casos curados e os que vieram a óbito devido ao Covid-19. Após esse breve resumo o nosso projeto entra em ação onde o seu objetivo é palestrar em escolas, postos de saúde e redes sociais para a melhor conscientização das pessoas sobre a atual situação. Além de explicar à população que não devem temer as vacinas porque elas já foram testadas em outras pessoas e já foram aprovadas pela ANVISA, mesmo que em caráter emergencial. Devemos ressaltar também que as vacinas contra o Covid-19 não são 100% eficazes, logo a conscientização e prevenção como utilização de máscaras, distanciamento, uso de álcool em gel e só sair do isolamento em situações necessárias, se torna essencial. Produziremos cartazes com imagens das pessoas sendo vacinadas para mostrar aos outros e desmistificar tal ato. Vamos também conscientizar todos a tomarem as vacinas para possuírem a porcentagem de segurança e mostrar esperança e alimentar a fé de cada um sobre as vacinas.
Título do trabalho: A utilização de filtro de microalgas para a captação de gás carbônico e purificação do ar em ambientes fechados
Professor(a) orientador(a): Simone
Resumo: Com o alarme da COVID-19, muitas pessoas estão confinadas em suas residências, muitas sem aparelhos purificadores de ar, o que é extremamente necessário para combater doenças respiratórias. Segundo estudos, a taxa de CO2 pode ultrapassar mais de mil partes por milhão em ambientes com pouca ventilação, afetando diretamente a saúde das pessoas. O projeto pretende agregar e democratizar o cultivo de microalgas em baixa escala a fim de agirem como um mecanismo de purificação do ar, prevenindo o desenvolvimento de complicações na saúde que podem ser promovidas devido à exposição prolongada em ambientes fechados sem ou com pouca ventilação.
Título do trabalho: Saúde ambiental e biotecnologia na jornada de desafios da saúde pública
Professor(a) orientador(a): Maria
Resumo: A saúde pública em nosso país nos dias de hoje enfrenta como maiores problemas a condução em seu modelo de gestão, financiamento com baixos investimentos, plano econômico em crise, além de dificuldades na infraestrutura em muitos lugares, chamando também a atenção para a superlotação nos hospitais e tal falta de investimento leva em algumas bases a falta de tecnologia. Embora haja hospitais que sofram com essa baixa tecnologia, há aqueles que mesmo com o sistema de saúde pública, que são destaques na parte biotecnológica e em avanços medicinais. Embora precisemos lidar com tamanhas dificuldades, que levam muitas pessoas a sofrerem em seus leitos até mesmo em corredores de hospitais, nosso programa SUS conta com grande capacidade e um bom atendimento, faltam melhorias na gestão e também na prevenção de doenças. A biotecnologia transformou a medicina liberal em medicina tecnológica, onde exploramos essa área para garantir avanços na hora de cuidar da saúde do ser humano. Esse campo produtivo de pesquisa usa engenharia, ciências biológicas e a tecnologia para exatamente fazer isso, aprimorar os campos medicinais já conhecidos. Com essa ciência se unindo para acrescentar em nossos conhecimentos, fomos capazes de criar ferramentas mais sensíveis, chips e outros tipos de avanços que nos permitem maior precisão e rapidez na hora de identificar doenças. Falando também sobre uma área mais tradicional, entretanto também abrangente, podemos citar a saúde ambiental, em coesão com o sistema de saúde pública. Um exemplo de como a saúde ambiental interfere diretamente nos nossos desafios de enfrentamento de doenças é o fato de que plantas têm sido utilizadas como medicamentos desde os primórdios da humanidade, e essa erudição sobre o reino das plantas se deve muito aos saberes folclóricos da nossa sociedade. Sendo assim, mais um dos desafios que estamos enfrentando é usar esses recursos naturais para a medicina de forma sustentável, visto que a saúde pode sofrer influências do modo de vida da população e de seu perfil epidemiológico, e fazer a parte socioambiental e a biotecnológica coexistirem, integrando para a saúde e sociedade.
Título do trabalho: Tecnologia de Alimentos: Influência dos Fatores Físicos e Químicos no Escurecimento Enzimático de Alimentos
Professor(a) orientador(a): Gemima
Resumo: O escurecimento enzimático de alimentos é uma reação química que ocorre espontaneamente entre enzima do tipo tirosinases (polifenoloxidase) e catecóis presentes no alimento, na presença de oxigênio. A oxidação dos catecóis gera produtos pigmentados que alteram a aparência do alimento que repercute no tempo de prateleira e aceitação do produto alimentício. Assim, propõe-se exemplificar didaticamente os fundamentos químicos da reação de escurecimento enzimático e então apresentar as soluções utilizadas na indústria alimentícia para aumentar a vida útil de alimentos, bem como os fatores físicos e químicos que influenciam as reações de escurecimento enzimáticos. As batatas também apresentam a enzima polifenoloxidase, responsável pelo escurecimento desse vegetal quando cortado e exposto ao ar. Essa enzima promove a oxidação dos o-difenóis, originando as quinonas, responsáveis pelo desenvolvimento da coloração escura. Para verificar o efeito da temperatura sobre a atividade enzimática, utiliza-se um procedimento simples de submeter fatias do alimento à água fervente durante alguns minutos e compará-la com um controle in natura totalmente exposto sob as condições do ambiente. Para verificar o efeito de substâncias químicas sobre a atividade enzimática, submete-se fatias de batata ao tratamento com diferentes substâncias químicas como ácido cítrico (suco de limão), ácido acético, água e compara-se com o resultado do controle in natura exposto às condições ambientais. Com o resultado das observações dos experimentos, é possível identificar os fatores que retardam ou aceleram a reação de escurecimento enzimático, traçando um paralelo com as tecnologias aplicadas na produção de alimentos e recursos para aumentar o tempo de prateleira de produtos alimentícios.
Título do trabalho: Transporte através de membranas: estudando difusão simples
Professor(a) orientador(a): Gemina
Resumo: A membranas definem os limites externos das células e controlam o tráfego molecular por esses limites. São impermeáveis para a maioria dos solutos polares ou carregados, mas são permeáveis a compostos apolares. Elas têm de 5 a 8nm (50 a 80 Å) de espessura. Suas atividades biológicas devem-se às suas propriedades físicas notáveis. Pelo fato de serem seletivamente permeáveis, elas retêm certos compostos e íons dentro das células e dentro de compartimentos celulares específicos, enquanto excluem outros. As membranas não são barreiras meramente passivas. Quando dois compartimentos aquosos contendo concentrações desiguais de um composto solúvel ou íon são separados por uma divisória permeável (membrana), o soluto se move por difusão simples da região de maior concentração, através da membrana, para a região de menor concentração, até que os dois compartimentos tenham concentrações iguais de soluto. Propõe-se entender como a difusão funciona e como o tamanho do soluto e a concentração da solução afetam a difusão através de uma membrana semipermeável, bem como verificar o efeito da temperatura sobre estes fenômenos. Para tanto, será observado o comportamento de dois sistemas (solução de amido e solução de iodo) e sua interação através de um modelo de membrana semipermeável em diferentes temperaturas.
Título do trabalho: Avaliando a atividade da amilase salivar sobre o amido de milho
Professor(a) orientador(a): Gemina
Resumo: Enzimas são proteínas produzidas por todos os organismos vivos (plantas, animais, microrganismos). As enzimas catalisam as reações químicas (porque reduzem a energia de ativação necessária), pois apresentam a capacidade de reagir com substratos, formando complexos enzimas-substrato. Geralmente são os catalisadores mais eficazes, por sua alta especificidade. Cada enzima possui um pH ótimo de atividade (onde sua atividade é máxima); para a maioria das enzimas ele está entre 4,5 e 8,0. Quanto à temperatura, a velocidade das reações enzimáticas aumenta com a temperatura até que seja atingida a velocidade máxima. A partir desse momento, a velocidade da reação começa a decrescer, o que pode ser explicado pelo início da inativação das enzimas pela temperatura. Propõe-se compreender, através da observação da atividade da amilase salivar sobre o amido de milho em diferentes temperaturas, os fatores que influenciam a atividade enzimática e suas implicações.
Título do trabalho: Identificação de espécies biofiltradoras para diminuir o impacto da poluição do Ar no desenvolvimento de doenças respiratórias
Professor(a) orientador(a): Kaio
Resumo: A poluição é um problema mundial, e principalmente, das grandes cidades, que apresentam um número elevado de automóveis e transportes movidos a combustíveis fósseis. O impacto do aumento da poluição é observado nas populações urbanas que apresentam cada dia mais casos de doenças respiratórias. Novas estratégias, além da educação ambiental e mudanças de hábitos sociais, devem ser tomadas para mitigar o impacto da poluição. A proposta deste presente trabalho é identificar possíveis espécies vegetais com potencial de diminuírem a presença de poluentes atmosféricos. A revisão científica sobre esse tema propiciará embasamento científico para projetos socioambientalistas com objetivo principal na mudança no perfil epidemiológico dos grandes centros urbanos.
Título do trabalho: Métodos de extração de compostos bioativos da hortelã (Mentha spicata) com potencial anti-helmíntico
Professor(a) orientador(a): Kaio
Resumo: A desigualdade social na cidade de São Paulo é tão evidente que alguns bairros apresentam diferentes expectativas de vidas. Os bairros mais periféricos e com menor qualidade de vida são os mais afetados, refletindo no alto número de helmintíases dessa população. Doenças frequentes como as verminoses podem afetar diretamente na qualidade e expectativa de vida. Com intuito de diminuir o impacto dessas infecções helmínticas e melhorar a qualidade de vida das periferias, este presente trabalho tem como objetivo principal propor investigação científica de novos compostos químicos presentes na hortelã (de baixo custo) com potencial de mudança no perfil epidemiológico das regiões urbanas que não apresentam saneamentos básico adequado.